asfinanças.com

O que significa Alfa (Alpha) em finanças

Alfa (a letra grega α) é um termo usado em Finanças para descrever a capacidade de uma estratégia de investimento de superar o mercado, ou seja, sua "vantagem". Alfa também é frequentemente denominado de "retorno excessivo" ou "taxa anormal de retorno", que se refere à ideia de que os mercados são eficientes e, portanto, não há como obter sistematicamente retornos que excedam o mercado como um todo. Alfa é frequentemente usado em conjunto com beta (a letra grega β), que mede a volatilidade ou risco do mercado em geral, conhecido como risco sistemático de mercado. Alfa também é usado em finanças como uma medida de desempenho, indicando quando uma estratégia, trader, ou gestor de carteira conseguiu superar o retorno do mercado durante algum período. Alfa, muitas vezes é considerado o retorno ativo de um investimento, mede o desempenho de um investimento contra um índice de mercado ou benchmark que é considerado como sendo o movimento do mercado como um todo.
Alfa

Compartilhe

índice

Publicidade

O QUE É ALFA (Alpha)

Alfa (a letra grega α) é um termo usado em Finanças para descrever a capacidade de uma estratégia de investimento de superar o mercado, ou seja, sua “vantagem”. Alfa também é frequentemente denominado de “retorno excessivo” ou “taxa anormal de retorno”, que se refere à ideia de que os mercados são eficientes e, portanto, não há como obter sistematicamente retornos que excedam o mercado como um todo. Alfa é frequentemente usado em conjunto com beta (a letra grega β), que mede a volatilidade ou risco do mercado em geral, conhecido como risco sistemático de mercado.

O índice Alfa também é usado em finanças como uma medida de desempenho, indicando quando uma estratégia, trader, ou gestor de carteira conseguiu superar o retorno do mercado durante algum período. Alfa, muitas vezes é considerado o retorno ativo de um investimento, mede o desempenho de um investimento contra um índice de mercado ou benchmark que é considerado como sendo o movimento do mercado como um todo.

O retorno excessivo de um investimento em relação ao retorno de um índice de referência é o valor de alfa do investimento. O alfa pode ser positivo ou negativo e é o resultado de um investimento ativo. Beta, por outro lado, pode ser obtido através do investimento passivo de índice.

PONTOS DE DESTAQUE

  • Alfa refere-se ao excesso de retorno obtido com um investimento acima do retorno do benchmark.

  • Os gestores de portfólio procuram gerar Alfa em portfólios diversificados, com diversificação destinada a eliminar riscos não-sistemáticos.

  • Como a alfa representa a performance de uma carteira em relação a um benchmark, muitas vezes é considerada como representando o valor que um gestor de carteira adiciona ou subtrai do retorno de um fundo.

  • O Alfa de Jensen leva em consideração o modelo de precificação de ativos de capital (CAPM) e inclui um componente ajustado ao risco em seu cálculo.

ENTENDENDO O ÍNDICE ALFA

Alfa é uma das cinco relações de risco de investimento técnico populares. As outras são Beta, Desvio padrão, R-squared, e o Índice Sharpe. Todas estas são medidas estatísticas utilizadas na Teoria moderna de portfólio. Todos estes indicadores se destinam a ajudar os investidores a determinar o perfil de retorno de risco de um investimento.

Os gestores ativos de portfólio buscam gerar alfa em carteiras diversificadas, com diversificação destinada a eliminar o risco não-sistemático. Como o alfa representa o desempenho de uma carteira em relação a um benchmark, muitas vezes é considerado como representando o valor que um gestor de carteira adiciona ou subtrai do retorno de um fundo.

Em outras palavras, alfa é o retorno de um investimento que não é o resultado de um movimento geral no mercado maior. Como tal, um alfa de zero indicaria que a carteira ou fundo está acompanhando perfeitamente o índice de referência e que o gestor não adicionou ou perdeu nenhum valor adicional em comparação com o amplo mercado.

A Hipótese dos Mercados Eficientes postula que os preços de mercado incorporam todas as informações disponíveis em todos os momentos, e assim os títulos são sempre avaliados de forma adequada (o mercado é eficiente.) Portanto, de acordo com a hipótese, não há como identificar sistematicamente e aproveitar os erros de preço no mercado porque eles não existem.

Se os erros de cotação forem identificados, eles são rapidamente arbitrados e os padrões persistentes de anomalias de mercado que podem ser aproveitados tendem a ser poucos e distantes.

Evidências empíricas comparando retornos históricos de fundos ativos em relação a seus benchmarks indicam que menos de 10% de todos os fundos ativos são capazes de ganhar um alfa positivo durante um período maior que 10 anos, e esta porcentagem cai uma vez que impostos e taxas são levados em consideração. Em outras palavras, o alfa é difícil de ser obtido, especialmente depois de impostos e taxas.

Como o risco beta pode ser isolado pela diversificação e cobertura de vários riscos (que vem com vários custos de transação), alguns propuseram que o alfa não existe realmente, mas que ele simplesmente representa a compensação por assumir algum risco não coberto que não tinha sido identificado ou que foi negligenciado.

 

PROCURANDO ALFA

O índice Alfa é comumente usado para classificar fundos ativos, bem como todos os outros tipos de investimentos. É frequentemente representado como um único número (como +3,0 ou -5,0), e isto normalmente se refere a um percentual que mede como a carteira ou fundo se comportou em comparação com o índice de referência (ou seja, 3% melhor ou 5% pior).

Uma análise mais profunda do alfa também pode incluir o “alfa de Jensen”. O alfa de Jensen leva em consideração a teoria de mercado do modelo de precificação de ativos de capital (CAPM) e inclui um componente ajustado ao risco em seu cálculo. Beta (ou o coeficiente beta) é usado no CAPM, que calcula o retorno esperado de um ativo com base em seu próprio beta particular e no retorno de mercado esperado. Alfa e beta são usados em conjunto pelos gestores de investimentos para calcular, comparar e analisar os retornos.

Todo o universo de investimentos oferece uma ampla gama de títulos, produtos de investimento e opções de consultoria a serem consideradas pelos investidores. Diferentes ciclos de mercado também têm influência no alfa dos investimentos em diferentes classes de ativos. É por isso que as métricas de risco-retorno são importantes e devem ser consideradas em conjunto com o alfa.

COMO CALCULAR O RETORNO ESPERADO DE UM ATIVO OU PORTFÓLIO

Para descobrir o Alfa de um ativo ou fundo de investimento é preciso adotar o modelo chamado CAPM (Capital Asset Pricing Model). Antes de identificar o índice Alfa é necessário calcular o retorno esperado de um ativo ou portfólio, através da seguinte equação:

 E(ri) = Rf + Bi(E(rm) – Rf)

 

Sendo que:

E(ri) representa a expectativa de retorno do ativo;

Rf representa o retorno da taxa livre de risco;

Bi representa o beta do ativo;

E(rm) representa o retorno esperado da carteira de mercado.

 

COMO CALCULAR O ÍNDICE ALFA DE JENSEN

Para analisar com precisão o desempenho de um gestor de recursos, um investidor deve olhar não apenas para o retorno geral de uma carteira, mas também para o risco dessa carteira para ver se o retorno do investimento compensa o risco que ele assume. Por exemplo, se dois fundos têm ambos um retorno de 12%, um investidor racional deve preferir o fundo menos arriscado. O índice de Alfa de Jensen é uma das maneiras de determinar se uma carteira está obtendo o retorno adequado para seu nível de risco.

Se o valor for positivo, então a carteira está recebendo retornos em excesso. Em outras palavras, um valor positivo para o alfa de Jensen significa que um gestor de fundos “venceu o mercado” com suas habilidades de seleção de ações.

De acordo com o CAPM, se o alfa de qualquer ativo ou fundo for maior que zero, significa que obteve um retorno acima do esperado. Do contrário, o ativo teve uma performance abaixo das expectativas

 

Alfa = R(i) – (R(f) + B x (R(m) – R(f)))

 

onde:

R(i) = o retorno realizado da carteira ou do investimento

R(m) = o retorno realizado do índice de mercado apropriado

R(f) = a taxa de retorno livre de risco para o período de tempo

B = beta da carteira de investimentos em relação ao índice de mercado escolhido

 

EXEMPLO DE CÁLCULO DO ALFA

Por exemplo, suponha que um fundo tenha realizado um retorno de 15% no ano passado. O índice de mercado apropriado para este fundo retornou 12%. O beta do fundo contra esse próprio índice é 1,2, e a taxa sem risco é de 3%. O alfa do fundo é calculado como:

 

Alfa = 15% – (3% + 1,2 x (12% – 3%)) = 15% – 13,8% = 1,2%.

Dado um beta de 1,2, espera-se que o fundo seja mais arriscado do que o índice, e assim ganhe mais. Um alfa positivo neste exemplo mostra que o gestor do fundo mútuo obteve retorno mais do que suficiente para ser compensado pelo risco que assumiu ao longo do ano. Se o fundo mútuo retornasse apenas 13%, o alfa calculado seria de -0,8%. Com um alfa negativo, o gestor do fundo mútuo não teria obtido retorno suficiente, dado o risco que estavam assumindo.

Ficou com dúvidas, gostou do conteúdo ou tem alguma sugestão? Conta pra gente aqui embaixo.

Fique sempre atualizado

Se inscreva em nossa newsletter

Sem spam, só enviamos novas atualizações e conteúdos relevantes.

Publicidade

Chegou a hora de você dominar suas finanças! 

Conheça o curso de Finanças pessoais da RICO Treinamentos.

Clique aqui e saiba mais!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Publicidade

Fique sempre atualizado

Se inscreva em nossa newsletter

Sem spam, só enviamos novas atualizações e conteúdos relevantes.

Ainda não achou o que buscava? Tente outro termo

Publicidade

Mais recentes

Aqui tem mais conteúdo

Você também pode gostar desses posts

Este site preza pela qualidade da informação e atesta a apuração de todo o conteúdo produzido por sua equipe, ressaltando, no entanto, que não faz qualquer tipo de recomendação de investimento, não se responsabilizando por perdas, danos (diretos, indiretos e incidentais), custos e lucros cessantes. Não garantimos que você conseguirá obter quaisquer resultados financeiros usando qualquer um de nossos treinamentos ou posts recomendados.

© 2023 asfinanças.com | Todos os direitos reservados  |  Política de Privacidade   |  Termos de Uso  |  Política de Cookies

Uma empresa Wise Ventures | Wise Real Estate | Wise investor | Wise Class