asfinanças.com

O que é Retorno Livre de Riscos

Retorno livre de riscos é o retorno teórico atribuído a um investimento que proporciona um retorno garantido com zero riscos (hipotético). A taxa de retorno livre de riscos representa os juros sobre o capital do investidor que seria esperado de um investimento sem risco (hipotético) durante um período de tempo específico.
o-que-é-retorno-livre-de-riscos

Compartilhe

índice

Publicidade

O QUE É RETORNO LIVRE DE RISCO

Retorno livre de riscos é o retorno teórico atribuído a um investimento que proporciona um retorno garantido com zero riscos (hipotético). A taxa de retorno livre de riscos representa os juros sobre o capital do investidor que seria esperado de um investimento sem risco (hipotético) durante um período de tempo específico.

PONTOS DE DESTAQUE

  • O retorno livre de riscos é a taxa em relação à qual outros retornos são medidos. 

  • O retorno livre de riscos é um número teórico que representa o retorno esperado de um investimento que não oferece riscos.

  • Um retorno livre de riscos não existe realmente, e é portanto teórico, pois todos os investimentos comportam algum risco.

  •  Os investidores que compram um título com alguma medida de risco maior que o do Tesouro de cada país  exigirão um nível de retorno maior do que o retorno livre de riscos.

  • A diferença entre o retorno obtido e o retorno livre de risco representa o prêmio de risco sobre o título. 

  • Os títulos de curto prazo dos países são vistos pelos mercados como os investimentos com o menor risco. Títulos do tesouro dos EUA são vistos como um bom exemplo de um investimento sem risco, uma vez que o governo não deve inadimplir sua dívida.

  • Como tal, a taxa de juros de uma nota do Tesouro dos EUA de três meses (T-Bill) é frequentemente usado como um investimento com as características de ter a taxa livre de riscos de curto prazo, uma vez que quase não tem risco de inadimplência. 

No Brasil, o título equivalente é o Tesouro SELIC.

ENTENDENDO O RETORNO LIVRE DE RISCO

O rendimento dos títulos do Tesouro dos EUA é considerado um bom exemplo de um retorno livre de riscos. Os títulos do Tesouro dos EUA são considerados como tendo um risco mínimo, uma vez que o governo em geral não está sujeito ao inadimplemento de sua dívida. Se o fluxo de caixa for baixo, o governo pode simplesmente imprimir mais dinheiro para cobrir suas obrigações de pagamento de juros e reembolso do principal. Assim, os investidores normalmente usam a taxa de juros de uma nota do Tesouro dos EUA de três meses (T-Bill) como um substituto para a taxa livre de risco a curto prazo porque os títulos emitidos pelo governo a curto prazo têm praticamente zero riscos de inadimplência, uma vez que são apoiados pela confiança e crédito do governo dos EUA.

O retorno livre de riscos é a taxa em relação à qual outros retornos são medidos. Os investidores que compram um título com alguma medida de risco maior que um Tesouro dos EUA exigirão um nível de retorno maior do que o retorno livre de risco. A diferença entre o retorno obtido e o retorno livre de risco representa o prêmio de risco sobre o título. Em outras palavras, o retorno sobre um ativo livre de risco é adicionado a um prêmio de risco para medir o retorno total esperado sobre o investimento.

COMO CALCULAR O RETORNO LIVRE DE RISCO

O Modelo de Precificação de Ativos de Capital (CAPM), um dos modelos fundamentais em finanças, é usado para calcular o retorno esperado de um ativo investido, equacionando o retorno de um título com a soma do retorno livre de risco e um prêmio de risco, que é baseado no beta de um título. A fórmula do CAPM é apresentada da seguinte forma:

ERi        = Rβi         (ERm Rf)

 

Onde:

ERi = retorno esperado do investimento

Rf = taxa livre de risco

βi =beta do investimento

(ERm -Rf )= prêmio de risco de mercado

O próprio prêmio de risco é obtido subtraindo o retorno livre de risco do retorno do mercado, como visto na fórmula CAPM como Rm – Rf. O prêmio de risco de mercado é o excesso de retorno esperado para compensar um investidor pela volatilidade adicional de retornos que ele experimentará além da taxa livre de risco.

CONSIDERAÇÕES IMPORTANTES SOBRE RETORNO LIVRE DE RISCO

A noção de um retorno livre de risco é também um componente fundamental do modelo de preço de opções Black-Scholes e da Teoria da Carteira Moderna (MPT), pois essencialmente estabelece o padrão de referência acima do qual os ativos de risco devem atuar.

Em teoria, a taxa livre de risco é o retorno mínimo que um investidor deve esperar para qualquer investimento, pois qualquer montante de risco não seria tolerado a menos que a taxa de retorno esperada fosse maior do que a taxa livre de risco. Na prática, porém, a taxa livre de risco não existe tecnicamente; mesmo os investimentos mais seguros comportam uma quantidade mínima de risco.

POR QUE O TESOURO SELIC E O T-BILL DE 3 MESES DOS EUA SÃO USADOS COMO TAXA LIVRE DE RISCO

Em nenhum caso pode haver uma taxa verdadeiramente livre de risco, porque mesmo os investimentos mais seguros comportam uma quantidade mínima de risco. Entretanto, a taxa de juros de um título do Tesouro americano de três meses (T-Bill) é frequentemente usado como a taxa livre de risco para investidores baseados nos Estados Unidos. Esta é uma aproximação útil porque o mercado considera que não há praticamente nenhuma chance de o governo dos EUA não cumprir com suas obrigações. O grande volume e a ampla liquidez do mercado contribuem para a percepção da segurança.

No Brasil o título semelhante para os riscos do mercado local é o Tesouro SELIC.

QUAIS SÃO AS FONTES DE RISCO DO MERCADO

O risco pode se manifestar como risco absoluto, risco relativo e/ou risco de inadimplência. O risco absoluto, definido pela volatilidade, pode ser facilmente quantificado por medidas comuns como o desvio padrão. O risco relativo, quando aplicado a investimentos, é geralmente representado pela relação entre a flutuação do preço de um ativo e um índice ou base. Como o ativo livre de risco utilizado é de tão curto prazo, ele não é aplicável tanto ao risco absoluto quanto ao relativo. O risco de inadimplência, que, neste caso, é o risco de que o governo dos EUA não cumpra suas obrigações de dívida, é o risco que se aplica quando se utiliza o T-bill de 3 meses como a taxa livre de risco. No caso do Brasil, o risco de inadimplência incorre no governo brasileiro de não cumprir com as obrigações do tesouro nacional.

QUAIS AS CARACTERÍSTICAS DOS TÍTULOS DE CURTO PRAZO DO GOVERNO

Nos Estados Unidos (EUA) os títulos do Tesouro (T-bills) são assumidos como tendo risco zero de inadimplência porque representam e são apoiados pela boa fé do governo dos EUA. Eles são vendidos com desconto do valor nominal em um leilão semanal em um processo de leilão aberto ao mercado. Eles não pagam juros tradicionais como seus pares, as notas do Tesouro (Treasury Notes) e os títulos do Tesouro (Treasury Bonds), e são vendidos em vários vencimentos em denominações de US$1.000. Finalmente, eles podem ser comprados por pessoas físicas diretamente do governo.

No Brasil os títulos do Tesouro SELIC são assumidos como tendo risco zero de inadimplência porque representam e são apoiados pela boa fé do governo do Brasil.

Ficou com dúvidas, gostou do conteúdo ou tem alguma sugestão? Conta pra gente aqui embaixo.

 

 

Fique sempre atualizado

Se inscreva em nossa newsletter

Sem spam, só enviamos novas atualizações e conteúdos relevantes.

Publicidade

Chegou a hora de você dominar suas finanças! 

Conheça o curso de Finanças pessoais da RICO Treinamentos.

Clique aqui e saiba mais!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Publicidade

Fique sempre atualizado

Se inscreva em nossa newsletter

Sem spam, só enviamos novas atualizações e conteúdos relevantes.

Ainda não achou o que buscava? Tente outro termo

Publicidade

Mais recentes

Aqui tem mais conteúdo

Você também pode gostar desses posts

Este site preza pela qualidade da informação e atesta a apuração de todo o conteúdo produzido por sua equipe, ressaltando, no entanto, que não faz qualquer tipo de recomendação de investimento, não se responsabilizando por perdas, danos (diretos, indiretos e incidentais), custos e lucros cessantes. Não garantimos que você conseguirá obter quaisquer resultados financeiros usando qualquer um de nossos treinamentos ou posts recomendados.

© 2023 asfinanças.com | Todos os direitos reservados  |  Política de Privacidade   |  Termos de Uso  |  Política de Cookies

Uma empresa Wise Ventures | Wise Real Estate | Wise investor | Wise Class